segunda-feira, 31 de janeiro de 2011


Queria ter achado o video ou o audio dessa música, não consegui, mas a letra é tão linda que também cabe como poema! ^^


Coragem, mulher - Ivan Lins


Essa firmeza nos teus gestos delicados. Essa certeza desse olhar lacrimejado.
Haja virtude, haja fé, haja saúde. Pra te manter tão decidida assim.

Que segurança pra dobrar tanta arrogância. Que petulância de ainda crer numa esperança.

Quem é o guia que ilumina os teus dias? E que te faz tão meiga e forte assim.

Coragem, coragem, coragem, mulher. Coragem, coragem, coragem, mulher

Como te atreves a mostrar tanta decência? De onde vem tanta ternura e paciência?
Qual teu segredo, teu mistério, teu bruxedo, pra te manter em pé até o fim?

Coragem, coragem, coragem, mulher. Coragem, coragem, coragem, mulher

Como te atreves a mostrar tanta decência? De onde vem tanta ternura e paciência?
Qual teu segredo, teu mistério, teu bruxedo, pra te manter em pé até o fim?

Coragem, coragem, coragem, mulher. Coragem, coragem, coragem, mulher


Confiança



Confiança segundo o dicionário de português online significa: Esperança firme em alguém, em alguma coisa: ter confiança no futuro. / Sentimento de segurança, de certeza, tranqüilidade, sossego daquele que confia na probidade de alguém: perder a confiança do chefe. / Segurança: não ter confiança em si. / Crédito: homem de confiança. / Dar confiança, dar importância a alguém, permitir intimidade. /Voto de confiança, no regime parlamentar, aprovação dada à política do governo pela maioria do Parlamento.

Pois bem, confiar em alguém a ponto de lhe contar segredos, seus mais íntimos medos, anseios, desejos e esperanças é coisa raríssima, quando pensamos que encontramos tal confiança é um prazer sem discrição poder aliviar todos esses sentimentos que foram represados por anos.

O sonho acaba quando a confiança por essa mesma pessoa vai pro ralo, quando atitudes ou falta delas falam tão alto que é improvável que ninguém escutasse, especialmente nós mesmos,  o cristal trinca e dificilmente a coisa muda de figura, a não ser que a pessoa ‘confiável’ em questão mude muito seu comportamento ou consiga provar que o que fez não foi por mal, atitude essa pouca provável que aconteça.   

Fico aqui pensando como é estranho e bom ao mesmo tempo perder a confiança em alguém, é ruim porque mais uma vez nos deparamos com pessoas fracas, incapazes de se firmarem no que as próprias diziam sobre si mesmas, mas o lado bom é que aprendemos a lidar com tudo isso de uma forma madura e a confiar muito mais em nós mesmos. Portanto, perder a confiança em alguém nos serve para ganhar em nós mesmos!

Pra mim a lição que fica é que devo viajar ainda mais pra dentro de mim, pra ir descobrindo, compreendendo todos os meus sentimentos um de cada vez e aprendendo a lidar e a confiar muito mais em mim mesma sem depender de ninguém! :)






Pura Verdade! :)







Ah deixa eu me encostar um pouquinho aqui... 
Observar o vento, os cachorros correndo, os passarinhos cantando... 
Deixa eu repousar minha cabeça no seu colo e esquecer do tempo,
e esquecer de tudo indo ao encontro de mim mesma. 
Deixa? ^^










O Auto-Retrato
(Mário Quintana)

No retrato que me faço
- traço a traço -
Às vezes me pinto nuvem
Às vezes me pinto árvore...

Às vezes me pinto coisas
De que nem há mais lembrança...
Ou coisas que não existem
Mas que um dia existirão...

E, desta lida, em que busco
- pouco a pouco -
Minha eterna semelhança,

No final, que restará?
Um desenho de criança...
Corrigido por um louco!









terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Eu ri ! :D







Eu nunca fui uma guria ciumenta a flor da pele, nos últimos tempos esse bichinho do ciúme deu um jeitinho de me picar, não gostei de ser mordida, essa sensação que o ciúmes provoca é horrível, me senti preza, me senti oprimida, me senti fora de mim.

Felizmente as coisas têm voltado ao normal, acredito que esteja me centrando novamente e exatamente por isso o ciúmes tem ocupado o seu devido lugar, lá naquele cantinho do coração que ora ou outra resolve aparecer sem martirizar o alvo do ciúmes e muito menos a mim mesma.

Mas o que me levou a escrever sobre ciúmes foi o fato do meu amor de amigo estar indo morar com a namorada, achei que desde o início isso iria acontecer, algumas vezes quis dizer isso pra ele mas me reservei, quando ele veio falando dos problemas de moradia que não agüentava mais morar no hotel logo disparei vai morar com a namorada, fica mais barato, vai ser uma experiência legal pra ambos.

Só que nessa história toda como eu fico?rs... Já vi que vou perder o amor de amigo, minhas regalias como a mulher numero 1 da vida dele (brincadeira!rs), poxa agora como vou poder importuná-lo com minhas ligações, mensagens ou emails sabendo que quando ele for ler ou me atender ao telefone grandes chances da namorida estar por perto? Sem falar nas ligações dele que certamente vão diminuir, é tou brava, tou fazendo bico feito menina mimada mesmo, poxa vida, que coisa chata isso!rs

Amor de amigo me dá um abraço? Não te largo mais, desafio você conseguir se livrar desse abraço comigo te segurando!kkk

Claro que tudo isso é uma tremenda brincadeira, embora eu sinta mesmo que vai ficar um pouquinho mais difícil de entrar em contato com o amor de amigo eu torço demais pra ele ser feliz e se arranjar nessa vida da melhor maneira possível, o que vale aqui não é quantas vezes vou receber a ligação dele, nem quantos torpedos, nem quantas vezes vou encontrá-lo disponível no msn, mas sim o amor de amizade que existe entre nós e isso nem o tempo vai apagar, porque eu não deixo apagar de jeito nenhum!rs.

Amo você amor de amigo! Felicidades nessa nova fase! Tudo de bom! ^^

Assinado: Eu, a mulher mais importante da sua vida! Haha

                         
       
                  Oi Amigo, Namorado - Marlene B. Cerviglieri
    
              Oi amigo,
              Que não é namorado
              Mas faz muito agrado
              Sempre presente, com palavras certas
              No momento exato

              Oi amigo,
              Que não é namorado
              Não manda flores,
              Mas fala nelas,
              E te compara com elas
              Oi amigo
              Que não é namorado
              Fala de amor, de ilusão.
              Chama-te de menina
              É sincero, abre o coração.
              Para aplacar a própria paixão

              Oi amigo
              Que não é namorado
              Canta emoções,
              Ao som de boleros
              Revivendo o ontem
              Nas músicas do passado

              Oi amigo
              Que não é namorado
              Mas no fim do poema
              Manda aquele abraço

               Oi amigo
               Que não é namorado
                Mas no fim da carta
                Manda mil beijos
                Todos de graça

                Oi amigo
                Que não é namorado
                Mando-te um beijão
                Do fundo do meu coração


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


Fernando Pessoa - Não sei quantas almas tenho
 
Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem  alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,


Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.



Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo :  "Fui  eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu.



****





Observando a minha própria mudança! 
O meu amadurecer pra vida! ;)



Amigos - Vinicius de Moraes




Amigos - Vinicius de Moraes 
Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles. A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos,enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ....
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar. Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. 
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente,construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer ...
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!
A gente não faz amigos, reconhece-os. 



Snow Patrol - You Could Be Happy


Finais de domingos sempre me deixam um pouquinho melancólica ainda mais que estive pensando no 'menino tonto' que esteve presente como o amor que me fazia tão bem e vice versa, engraçado, já escrevi sobre ele aqui no blog, o quanto fiquei feliz em vê-lo se casando, mas é que a última conversa que tivemos alguma coisa ficou no ar,  não entendi ainda o que era aquilo que nos cercava, nem porque nossa voz estava naquele tom ao celular. 

Eu sei meu bem, você queria ter dito mais do que falou e eu lamento não ter dito nada também, porque não sei nem o que dizer, sei que teria muito a falar mas nem saberia por onde começar, pessoalmente o papo fosse diferente, quem sabe... 

Algo tão comum a nós aconteceu recentemente, fechei meus olhos e num instante senti seus lábios nos meus, aquele velho jeito de beijar, tão gostoso de lembrar e tão bom de sentir você invadindo meus pensamentos e me fazendo sentir o calor de sua presença perto de mim. 

Ah meu querido, quando tudo está aparentemente resolvido e não se tem muito pra fazer, façamos do nosso velho jeito, em pensamento sente-se ao meu lado, respire fundo, entrelaçamos nossas mãos e aproximemos nossos corações e depois do um, dois, tres apertemos o play pra ouvirmos juntos a canção. 

Meu bem, Você me fez mais feliz do que jamais fui!












Você Poderia Estar Feliz


Você poderia estar feliz e eu não saberei
Mas você não estava feliz no dia em que te vi partir
E todas as coisas que queria não ter dito
São tocadas repetidamente até tornarem-se loucura na minha cabeça

É muito tarde para te lembrar de como nós éramos?
Mas não os nossos últimos dias de silêncio, gritos, borrões
A maior parte do que eu lembro me faz certo de que
Eu deveria ter impedido você de sair pela porta

Você poderia estar feliz, eu espero que esteja
Você me fez mais feliz do que jamais fui
E de alguma maneira tudo o que eu tenho cheira a você
E pelo mais curto momento, tudo não é verdade.

Faça as coisas que você sempre quis
Sem eu lá para te impedir, não pense, apenas faça
Mais do que qualquer coisa eu quero ver você,garota,
Tirar uma gloriosa mordida do mundo inteiro...


Selo



Uebaaa ganhei esse selo de presente do blogueiro Lord bondage, adorei! :)
Sou novata no universo dos blogs, mas até onde entendi o selo vem acompanhado com algumas perguntas que quem recebe tem de responder, então vamos lá! hehe







Música: Nhaa eu amo música, mas uma que me vem a mente agora é Open Your Yes - Snow Patrol. 

Humor: haha depende... de tpm amarga fora da tpm um doce! rs

Uma Cor: Lilás.

Uma estação: Outono, temperatura agradável e com uma certa melancolia que nos convida a sermos um pocadinho introspectivos.   

Como prefere viajar: hummm, eu amo dirigir, então acho que de carro, mas o que vale mesmo não é como se viaja e sim a que lugar está indo e com quem! ;)

Um seriado: CSI, adoro o charme do Grisson, ai ai! rs

Frase ou palavra mais dita por você: ai meu Deus! kkk

O que achou do selo: não sei quem deu o ponta pé inicial da criação do selo, mas achei a ideia uma graça e gostei muito de recebe-lo do Lord Bondage que é dono de um blog que acho um charme! ^^

Será que fiz certinho?! rs



sexta-feira, 21 de janeiro de 2011



Essas duas fotos foram bem difíceis de registrar, tudo porque a personagem principal não parava quietinha! hehe 









quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Soraya Queimada - Zéu Britto

Acho o trabalho do Zeu Britto muito engraçado e como eu me divirto muitíssimo com essa música resolvi postar! ;)




Soraia Queimada - Zeu Britto 
composição caetano veloso


Eu queria ter um lança-chamas
Eu queria ter uma fogueira
Eu queria ter somente um fósforo
Eu queria ter uma vela acessa


Pra queimar Soraia
Pra ver torrar seu couro
Pra deixar somente o osso 
exposto ao sol


E depois da meia-noite
Soraia vai voltar
Ela vem toda queimada
Se vingar, se vingar


Refrao.
Eu quero ver
Soraia Queimada
Soraia Queimada
Porque Soraia me queimou (2X)


Eu queria ácido sulfúrico
E um litro de alcóol tubarão
Eu queria uma tocha iluminada
Pra deixar Soraia igual carvão


E depois da meia-noite
Soraia vai voltar
Ela vem toda queimada
Se vingar, pode vir! ,se vingar


Refrao.
Eu quero ver
Soraia Queimada
Soraia Queimada
Porque Soraia me queimou (2X)


E doeu...

Câmeras Fotográficas Antigas 1900 - 1923


Câmeras Antigas parte III
Link:









Câmeras Fotográficas Antigas 1880 - 1900

Câmeras Antigas parte II







Câmeras Fotográficas Antigas 1800 - 1880


Recentemente comentei no blog meu interesse por fotografias, além disso eu adoro entrar em contato com objetos antigos, amo admira-los!  

Encontrei na net a imagens dessas câmeras e resolvi apenas reunir as imagens e não a matéria sobre cada uma delas, pra quem quiser saber um pouquinho mais vale a pena conferir, aqui vai o link: 












Opinião de um homem sobre o corpo feminino

por Paulo Coelho



Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção. Não temos a menor idéia de qual seja seu manequim. Nossa avaliação é visual, isso quer dizer, se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas. As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas.... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo. 

As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los. 

Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil viagras. A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor. 

As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas.. Porque razão as cobrem com calças longas? Para que as confundam conosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto. Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão. 

É essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulêmica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simpática, tranqüila e cheia de saúde. 

Entendam de uma vez! Tratem de agradar a nós e não a vocês, porque, nunca terão uma referência objetiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda. 

As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado. O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo. 

Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em setembro, não antes; quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se saboteia e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza. 

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa... viveram! 

O corpo da mulher é a prova de que Deus  existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesárias e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. 

Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! 

A beleza é tudo isto. 
  

Historinha para os bolas murchas - Clara Gontijo


Foi bem nova que conheci a paixão. 
Balão vermelho, grande e quente, 
mas desmedido como coisas de adolescente.
De tão grande, me esmagou.
De tão quente, me queimou.

Um dia descobri um alfinete, 
e furei aquele imenso balão.
Foi um susto danado de inicio!
Ar demais em minha volta!
E tinha vento, e tinha o mundo inteiro! 

Levantei devagarzinho,
e aos poucos conheci minha nova companheira: Eu.
Eu não é balão fechado, é asa, aberta, e voa! 
Hoje Eu me ama, e eu amo Eu. 

A historia seria perfeita
se não fosse a falta que eu sinto do lado bom da paixão...
Toda vez que se aproxima a segunda pessoa, 
vem Eu com o velho alfinete e fura 
antes que se encha o balão.